Santo do Dia

<<  13/12/2018(5ª-FEIRA)  >>

Santa Odila

Também conhecida como Odilia, Ottilia e Othilia. Nasceu em 660DC em Oberheim, nas Montanhas Vosges,Alsacia , filha do Lorde Alaric e Bereswinda de família nobre. Nasceu cega e sua família devido ao seu problema em vez de sacrifica-la, deu a criança a uma família que deseja uma filha para criar. Foi levada para um convento com a idade de 12 anos.Convertida ao cristianismo ela voltou a ver, milagrosamente, quando foi batizada por São Erhard de Regenburg. O seu irmão a quis de volta para compor um arranjo de um bom casamento. Quando o pai de Odília ficou sabendo das maquinações do filho e da cura milagrosa de Odilia, ficou tão furioso que deu tamanho surra no filho que o matou. Odilia fugiu do Convento para escapar do casamento arranjado e sua família desistiu da idéia. Ela entrou para a Abadia e eventualmente se tornou a Abadessa e mais tarde fundou o Monastério de Odilienberg, em Niedermunst. Ela faleceu em 13 de dezembro de 720. Seu túmulo logo se tornou objeto de peregrinação e vários milagres foram creditados a sua intercessão. Assim, mais tarde suas relíquias foram trasladadas para um Santuário ao lado da igreja do Convento de Odileinberg. Foi indicada como padroeira da Alsácia . Na arte litúrgica da Igreja ela é representada com um livro no qual estão dois olhos ou ainda segurando um ramo com dois olhos.

Santa Luzia

Santa Luzia ou Santa Lucia em espanhol ou Saint Lucy em inglês. Temos mais de uma Santa Luzia, mas a mais venerada é a Santa Luzia de Syracuse, Sicília, que é considerada a protetora dos olhos e da visão. É uma das mais famosas mártires da igreja. Ela era de sangue nobre e os atos de seu martírio contam que ela sofreu os mais hediondos martírios inclusive os seguintes : Como era virgem a levaram para um prostíbulo mas ninguem lá, nem mesmo os mais fortes soldados conseguiram move-la ou não tiveram meios para possui-la. De volta a prisão, como ainda se recusasse a renunciar a sua fé, retiraram, com punhais, os seus dois olhos e no dia seguinte os olhos estavam no lugar e normais (Na liturgia da igreja ela é apresentada com uma pequena almofada na mão direita com os seu dois olhos). Depois a cobriram com uma espécie de resina e foi colocada numa grande fogueira e quando as chamas finalmente desapareceram, ela estava como antes, sem nenhum dano ou ferida. A comoção dos presente foi enorme, mas o prefeito ficou ainda com mais ódio mandou cortarem sua garganta com uma espada. Sua festa é celebrada no dia 13 de dezembro Ela é mencionada na Primeira Prece Eucarística. Suas relíquias estão preservadas em Veneza e eram veneradas pelo Papa João XXIII, enquanto ele servia como Patriarca de Veneza, antes de ser eleito papa em 1958.