Santo do Dia

<<  01/12/2018(SÁBADO)  >>

Santa Natália

Mártir da Nicomedia, moderna Turquia. Ela cuidava dos prisioneiros cristãos, que aguardavam serem martirizados durante as perseguições do Imperador Diocleciano (284-305), dentre eles o seu marido São Adriano. Ela é mencionada nos "Atos de Santo Adriano" (festa dia 8 de setembro) e sobreviveu as perseguições aos cristãos. Ela sofreu ao ver o seu marido, São Adriano, ser martirizado durante longo tempo, vendo suas pernas esmagadas em uma bigorna e seus braços decepados, sem que ele renegasse a sua fé. Após a sua execução, os romanos tentaram queimar o seu corpo, mas Santa Natália orou a Jesus e uma forte e inexplicável chuva apagou o fogo e ela, na confusão que resultou, conseguiu roubar o que restou do seu corpo e ainda tentou compor os seus braços antes de enterra-lo. Logo depois de enterra-lo veio a falecer junto ao seu túmulo.

Santo Eloy

Conhecido tambem como Santo Elígio ou Santo Eloi. Nasceu em Limoges em torno de 600 DC e era um talentoso ourives e exemplos de sua habilidade com metais o sobreviveu e até hoje são encontrada peças feitas por ele em Paris. Ele serviu por um tempo como mestre ourives do Rei ClotaireII dos Francos que reinou de 613 a 629. Ele renunciou ao seu posto e entrou para o sacerdócio em 640. Indicado para bispo de Noyon ele conseguiu evangelizar as regiões ao redor da Antuérpia e Ghen e fundou vários monastérios e instituições monásticas. Ele também resgatou escravos e cuidou dos pobres. Renomado pela sua amabilidade e humor ele era largamente venerado em toda era medieval. Foi enviado em missões diplomáticas enviado pelo Rei Dagoberto I (629-639) , filho de Clotaire e seu herdeiro, incumbido de resgatar cristãos presos e vendidos como escravos pelos bárbaros. Com morte de Acarius, Bispode Noyon-Trournay , em 13 de maio de 640 , Eloi foi escolhido seu sucessor com a unanime aprovação do clero e do povo. Os habitantes desta diocese eram em sua maioria pagãos. Ele consegui a conversão dos Femings, dos Antuerpianos ,dos Frisianos e parte das tribos ao logo da costa. E em 654 ele aprovou o famoso privilégio de garantir a Abadia de Saint Denis, Paris , a isenção da jurisdição ordinária . Na sua própria cidade episcopal de Noyon ele construiu um monastério para virgens. Após ele faz diligencias no sentido de encontrar o corpo de São Quentin, e ao encontra-lo erigiu, em sua honra, uma igreja e um monastério com regras Irlandesas. Ele também descobriu os corpos de São Piatus em 654 e o de São Fursey o notável missionário irlandês. E removeu as relíquias para Roma. Santo Eloi foi enterrado em Noyon. Ali existe um sermão escrito por Eloy no qual combate as práticas pagãs do seu tempo e uma homilia com ultimo julgamento e ainda cartas escritas em 645 na qual a ele pede orações para o bispo Desiderius de Cahors. Ele é particularmente venerado em Flanders, e em Tournai, Contrai au Ghent e Douai. Durante a idade média suas relíquias foram objeto de intensa veneração. Na arte litúrgica da igreja ele é representado como um bispo com um crucifixo na mão direita e na palma aberta da mão esquerda ele segura uma miniatura de uma igreja em ouro. Ele é o santo padroeiro dos ourives e dos mecânicos. Sua festa é celebrada no dia 1 de dezembro.