Santo do Dia

<<  28/10/2018(DOMINGO)  >>

São Judas Thadeu

São Judas, filho de Cleophas que morreu martirizado, (Cleophas era irmão de São José) e de Maria Cleophas,(irmã de Nossa Senhora) assim era primo irmão de Jesus e diziam que se parecia muito com Ele. Era irmão de São Tiago, o menor e de São Simão, o apóstolo. Alguns especialistas acham que São Simão, o apóstolo, era o noivo do casamento no qual Jesus transformou a água em vinho (Bodas de Canã). São Judas assistiu de perto o milagre e estudiosos dizem que isto foi a causa de Judas Thadeu se tornar um seguidor quase fanático de Jesus. Lucas também chama Judas o Zealote(o fanático) (Luc 6:15). Outros escolares acham que o zealote seria zeloso e não fanático devido ao fervor com que São Judas Thadeu seguia a lei judaica e mais tarde os ensinamentos de Jesus. Ele é o autor do menor dos livros do Novo Testamento : A carta de Judas, embora no versículo 17 desta carta, deixa uma dúvida de que talvez os apóstolos de Jesus já haviam morrido. A carta de Judas foi escrita por um homem apaixonado e preocupado com a pureza da fé cristã e a boa reputação do povo cristão. O escritor diz que ele planejava escrever um carta diferente, mas ouvindo os pontos de vista errados de falsos professores da comunidade cristã ele urgentemente escreveu esta carta para alertar a Igreja para acautelar-se contra eles. A tradição ocidental baseada nos contos apócrifos da Paixão de Simão e Judas diz que após pregarem no Egito, Simão juntou-se a Judas e foram em missões para a Pérsia. Lendas do século sexto descrevem o martírio de ambos Simão e Judas na Pérsia, na cidade de Sufian(Siani), embora a tradição oriental diz que Simão morreu pacificamente em Edessa. Como São Thadeu, Judas tem sido confundido também com Santo Addai na Mesopotania. Vários estudiosos das escrituras, acreditam que Judas foi morto com uma serra ou um facão. Na arte litúrgica da Igreja São Judas Thadeu é mostrado como um homem de meia idade com uma serra ou um livro ou um barco. Algumas vezes ele é mostrado segurando um remo e algumas vezes um peixe. Suas relíquias estariam em Rheims e Touluse,França. Ele é venerado como um dos mais populares santos da Igreja e é considerado o patrono das causas perdidas. No Brasil, só perde em popularidade para São Jorge, mas alguns observadores ponderam que São Jorge é o mais popular, devido a invocações em práticas nada cristãs. Sua festa é celebrada no dia 28 de outubro.

São Simão o apóstolo

Simão era filho de Cleophas e Maria. Cleophas era irmão de São José e ela irma de da Virgem Maria, assim Simão era primo irmão de Jesus. Há indícios de que este Simão tenha sido o mesmo que é apontado como sendo irmão de São Tiago Menor e claro, também irmão de São Judas Tadeus. Outra versão de modernos escolares diz que talvez tenha havido dois com o nome de Tiago, um filho de Alphaeus e um dos 12 apóstolos, e o outro o "irmão de Jesus", que seria um primo em primeiro grau ou um filho de José do seu primeiro casamento. Estudiosos sustentam que José era viúvo quando foi escolhido para se casar com a Virgem Maria e ser o pai de Jesus, e tinha vários filhos sendo um deles de nome Simão.(Judas, Justus, Tiago e Simão e as filhas Assia e Lídia). Alguns especialistas acham Simão era o noivo do casamento no qual Jesus transformou a água em vinho.(Bodas de Cana). Também chamado de Canaanite (Mt10:4,Mc3:18) ele era um dos apóstolos e foi mencionado varias vezes no Novo Testamento. Conhecido como o Zeloso (Luc 6:15 e Atos1:13) por sua dura obediência lei dos judeus, Simão foi um dos primeiros discípulos de Jesus. Foi bispo em Jerusalém. É dito ainda que foi avisado por um anjo da e destruição de Jerusalém em 66 DC e levou os cristãos para a cidade de Pella e lá ficaram até seu retorno seguro em 70. Euzebius e Epiphanius asseguram que a Igreja floresceu em Pella e multidões de judeus foram convertidos pelo grande número de prodígios e milagres de São Simão. Segundo a tradição durante as perseguições de Atticus sob as ordens do Imperador Trajano em 107 Simão foi preso torturado e crucificado e teria 102 ou 120 anos na época. Atticus e os executores teriam expressado admiração pela força e fé de Simão durante o seu martírio. Teria sido morto na Pérsia. Parece que no final teria sido serrado ao meio. Outra versão inclui a assertiva de que ele teria morrido calmamente em Edessa, com 106 anos e governado a igreja durante 43 anos. Na arte litúrgica da Igreja ele é representado segurando um peixe ou uma serra ou com em um barco segurando um remo. Sua festa é celebrada no dia 18 de fevereiro e em algumas regiões junto com seu irmão, São Judas Tadeu, em 28 de outubro.