Santo do Dia

<<  25/10/2018(5ª-FEIRA)  >>

São Crispin e Crispiniano

Dois irmãos nobres romanos foram martirizados em Soissons, França. Os irmãos eram sapateiros e acompanhavam São Quintino em sua viagem a França, tirando o seu sustento fazendo sapatos. A tradição diz que eles eram estudiosos da doutrina cristã e eram muito bons pregadores e quando foram presos e levados presença de Rictiovarus, que detestava os cristãos. Crispin e Crispiniano deixaram Rictiovarus tão nervoso com sua argumentação sólida e perfeita sobre Jesus, que Rictiovarus cometeu suicídio.O co-imperador Maximiano (286-305) furiosos ordenou a sua morte imediata por decapitação em 286 DC. Eles são os padroeiros dos fabricantes de sapatos e dos sapateiros e foram muito populares na Idade Média. Na tradição da Igreja inglesa é dito que eles viveram por algum tempo em Faversham, Kent, Inglaterra. Na arte litúrgica, eles são mostrados segurando sapatos ou ferramentas de sapateiro. Sua festa é celebrada no dia 25 de outubro.

São Miniato

Conhecido também como São Minias. Morreu em Florença Itália em 250 DC. Miniato era um soldado estacionado em Florença converteu-se ao cristianismo lê espalhou sua fé aos seus camaradas e durante as perseguições do Imperador Decius ele foi martirizado. A tradição relata que Miniato era um mercador do Leste, mas outra versão o coloca como um príncipe da Armênia o qual tornou-se um cristão durante uma peregrinação a Roma. Depois ele mudou-se para Florença, onde sob o Imperador Decius foi perseguido e martirizado. É dito que devido a sua procedência real, a ele foi oferecido varias vezes a oportunidade de renunciar sua fé e oferecer sacrifícios aos deuses romanos, mas ele rejeitou a todas as ofertas. Assim foi finalmente decapitado perto da atual “Praça della Signora”. De acordo com a tradição, São Miniato pegou sua cabeça e a colocou no lugar e passou por todos o presentes atônitos, passou por um local chamado Arno e foi andando até a colina onde está hoje a sua igreja. Naquele tempo o Monte Fioretinus era cheio de templos pagãos e apenas um pequeno oratório dedicado a São Pedro. Na arte litúrgica da Igreja, ele é representado como um príncipe segurando uma coroa, ou 2) ou coroado com uma palma, ou 3) com um lírio ,ou 4) carregando sua cabeça. Ele é venerado em Florença onde a igreja mais bela, é a ele dedicada. Suas relíquias estão em uma linda cripta. O mosaico da fachada mostra São Miniato segurando o que parece ser um sextante, e ele está de um lado do Pantogrator e do outro está a Virgem Maria. Sua festa é celebrada no dia 25 de outubro.