Santo do Dia

<<  13/10/2018(SÁBADO)  >>

Santo Eduardo

Santo Eduardo, o confessor, foi filho do Rei Ethelred III e sua esposa norueguesa Emma, neta do Duque Richard I da Normandia. Ele nasceu em Islip na Ingleterra e foi enviado para a Normandia com sua mãe no ano de 1013 quando os Danes, os Sweyn e seu filho Canute invadirama Inglaterra. Canute permaneceu na Inglaterra no ano seguinte a morte de Ethelred e em 1016 casou-se com Emma a qual já havia retornado a Inlgaterra e tornou-se Rei da Inglaterra. Eduardo continuou na Normandia e foi criado como um normando. Em 1042 com a morte do seu meio irmão Hardicanute, filho de Canute com sua mãe Emma, Eduardo foi aclamado Rei da Inglaterra. Em 1044 ele casou-se com a filha do poderoso Earl Godwin. Seu reinado foi pacifico e caracterizado pela sua bondade, e o término de odiosas taxas e impostos, e com lutas internas parcialmente provocadas pela sua inclinação a favor dos normandos, inclusive Robert de Jumienes, que Eduardo trouxe com ele no seu retorno da Normandia e o indicou Arcebispo de Canterbury em 1051. No mesmo ano Edward baniu Godwin que tomou refugio em Flanders e voltou no ano seguinte com uma frota pronta para a rebelião. A rebelião já estava armada mas foi evitada pelos dois homens que se encontraram e resolveram suas diferenças. As dificuldades continuaram após a morte de Godwin. Os seus dois filhos Horold e Tostig tinham um olho no trono desde a infância. Depois que Harold foi nomeado sucessor do Earl da Northumbia Eduardo passou a ficar mais interessado nos negócios religiosos e construiu a Abadia de São Pedro em Westminter, no local da mesma Abadia de hoje. É a mais linda da Inglaterra, e é onde ele foi enterrado. Sua piedade deu a ele o apelido de “O Confessor”. Morreu em Londres em 5 de Janeiro e foi canonizado 1161 pelo Papa Alexandre III. De acordo com a tradição, Santo Eduardo estava retornando de uma Missa e ele deu seu valioso anel para os pobres de São João Batista que apareceu para ele como um peregrino. Algumas horas mais tarde dois peregrinos ingleses que estavam retornando da Terra Santa encontraram com outro peregrino que se apresentou a eles como sendo São João Batista. Através deles São João Batista prometeu ao Rei que em 6 meses Eduardo estaria com ele para sempre. A mensagem trouxe alegria ao Rei. Como predito 6 meses após Santo Eduardo faleceu em Westminter no dia 5 de janeiro . “Não chore” disse ele a rainha em seu leito de morte : “eu não morrerei e sim viverei para sempre”. Na arte litúrgica da Igreja ele é mostrado segurando o anel e às vezes é mostrado dando o anel a um peregrino. Em geral é mostrado com as vestes reais, segurando um cetro ou uma pomba branca. Sua festa é celebradada no dia 13 de Outubro.