Santo do Dia

<<  08/09/2018(SÁBADO)  >>

Santo Adriano

Martir no ano de 304. Foi um soldado romano que se converteu ao cristianismo quando via os cristãos morrerem de fome alegremente. Adriano era um oficial estacionado na Nicomédia (moderna Turquia) durante o reinado do Imperador Diocléciano. Ele recusou-se a fazer sacrifício aos deuses romanos e foi preso. De acordo com a tradição durante a sua prisão, sua esposa Natália colocou roupas de homem e cuidou dele e dos seus amigos prisioneiros. Quando foi matirizado, Natália assistiu suas pernas serem esmagadas e seus braços serem cortados. Ela recuperou um dos braços do seu marido quando os romanos tentavam queimar seus restos mortais. Inexplicavelmente uma forte chuva apagou a fogueira. Natália então pegou o braço de Adriano e escapou da área para não chamar a atenção dos oficiais romanos. Ela foi então para Constantinopla (hoje Istambul) onde o corpo de Adriano tinha sido levado por outros cristãos e estava incorrupto. Ela costurou o braço de São Adriano no devido lugar e suas relíquias estão na Catedral de Istambul. Adriano é o patrono de Roma e Constantinopla. Sua festa é celebrada no dia 9 de janeiro. No passado era celebrada no dia 8 de julho. Na igreja Grega é comemorado no dia 8 de setembro.

São Tomas Villanova

Nasceu em Fuentellana, Castilha ,Espanha em 1488 filho de Aloazo Tomas Garcia, um moleiro, e Lúcia Martinez. Cresceu em Villanova e estudou na Universidade de Alcalá e recebeu uma licenciatura em teologia e começou como professor com a idade de 26 anos. Ele não aceitou a cátedra de filosofia na Universidade de Salamanca e em vez disto entrou para a ordem dos Augustinianos em Salamanca em 1516.Ordenado em 1520 ele serviu como prior em varias casas em Salamanca, Burgos e Valadolid e depois como superior provincial em Andaluzia e Castilha e então foi nomeado capelão da corte imperial do Imperador Carlos V ( 1519-1556) .Durante o seu tempo como provincial de Castilha ele despachou os primeiros agostinianos missionários para o Novo Mundo. Eles subseqüentemente ajudaram a evangelizar áreas do México. A ele foi oferecido a Sé de Granada que não aceitou, mas aceitou ser arcebispo de Valência em 1544 visto que a diocese de Valência tinha ficado vaga por quase um século. Tomas devotou muito esforço para restaurar a vida espiritual da diocese. Ele também se dedicou de maneira especial aos pobre, e fundou colégios e hospitais para pobres e organizou serviços de padres para servirem juntos aos Mouros e ficou renomado pela sua santidade pessoal e austeridade. Vários milagres são creditados a sua intercessão. Enquanto ele atendia o Consilho de Trent ele era um ardente promotor das reformas aprovadas no Consilho para a toda a Espanha. Faleceu no dia 8 de setembro de 1555 em Valencai Espanha. De Angina Pectoris. Beatificado em 7 de outubro de 1618 pelo Papa Paulo V Canonizado em 1º de novembro de 1658 pelo Papa Alexandre VII. Sua festa é celebrada no dia 22 de setembro. Depois da reforma de 1969 é celebrada no dia 8 de setembro.