Santo do Dia

<<  07/09/2018(6ª-FEIRA)  >>

Santa Regina

De acordo com a tradição ela era filha de Clement Alise e um pagão de Burgundy, França e após a morte de sua mãe ela foi criada como uma cristã pela uma mulher encarregada de cria-la. Quando pai ficou sabendo de sua cristandade expulsou-a de casa e ela foi forçada viver com a mulher que a criava e foi trabalhar como pastora de ovelhas. Diz ainda a tradição que ela era muito linda e o prefeito local, um pagão chamado Olybrius enamorou-se dela e deseja sua mão em casamento, mas ela recusou. Ele mandou prende-la por ser cristã e mandou tortura-la para que ela renegar a sua fé e oferecer sacrifícios aos deuses pagãos. Como ele tinha que viajar, mandou acorrenta-la com um anel de ferro na cintura preso as paredes da cela. Ao retornar ele tentou de novo persuadi-la a tornar-se sua esposa. De novo rejeitado ele mandou que ela fosse açoitada deitada sobre um cavalo de madeira, arrancar as unhas de seus dedos e sua pele arrancada por ganchos de ferro. Regina recuperou-se dos seus ferimentos, como por milagre logo após voltar a sua cela. Uma noite na prisão ela teve uma visão da cruz e uma voz disse a ela que ela seria libertada em breve. No dia seguinte Olybrius começou o processo novamente desta vez usando tochas no seu corpo, crucificando-a e finalmente como ela não cedesse, furioso mandou decapita-la. Muitas testemunhas teriam sido convertidas no final do seu martírio porque uma pomba branca havia pousado em sua cabeça pouco antes dela ser decapitada, e como o carrasco a expulsasse ela voltava a voar sobre ela. Na arte litúrgica da Igreja ela é mostrada como uma virgem presa a uma cruz e com tochas sendo aplicada nos seus lados, ou 2) com uma pomba circulando acima de sua cabeça, ou 3) na prisão com um pomba e uma cruz brilhante, ou 4) com um cordeiro junto dela, ou 5) açoitada com barras de ferro . Ela é muito venerada em Autun, França e no sul da Alemanha.