Santo do Dia

<<  14/08/2018(3ª-FEIRA)  >>

São Maximiliano Kolbe

Nasceu em Zdunska-Wola perto de Lodz, Polônia em 1894. Entrou para a ordem dos Franciscanos e tomou os seus votos temporários em 1911. Em 1917, um ano antes de sua ordenação para o sacerdócio, Maximiliano fundou a Milícia de Maria Imaculada, em Roma, para aperfeiçoar a devoção a Virgem Maria. Em 1941, Maximiliano foi preso pela Gestapo, quando os nazistas invadiram a Polônia e foi enviado para o campo de concentração de Auschwitz. Em agosto de 1941, ele se ofereceu para tomar o lugar de um prisioneiro casado e que tinha uma família, que seria punido como exemplo retaliatório no campo. Dez prisioneiros foram executados porque um havia escapado. Maximiliano foi voluntário para morrer em lugar o prisioneiro casado. Mas em vez de mata-lo, os guardas da SS o torturam. Após longos e terríveis sofrimentos, que ele suportou com equanimidade e preocupação pelos colegas prisioneiros, foi lhe dado uma injeção de acido pelos guardas da SS, que terminou com o seu martírio. Foi beatificado em 1971 e canonizado pelo Papa João Paulo II em 1982. Sua festa é celebrada em 14 de agosto.