Santo do Dia

<<  29/07/2018(DOMINGO)  >>

Santa Marta

Marta, irmã de São Lazarus e Maria de Bethany,(no oeste também chamada de Margareth), perto de Jerusalém e é a padroeira da cozinheiras e donas de casa. Ela era a anfitriã e a dona da casa por ser a irmã mais velha. Quando Jesus se hospedava em sua casa, em Bethany, Marta era solícita e cuidava do seu bem estar. Em uma visita, recorda Lucas no seu evangelho, Marta reclamou que Maria ficava sentada ouvindo Jesus, deixando-a com todo o trabalho. Jesus respondeu em tom de brincadeira, " foi Maria que escolheu a melhor parte". Assim Marta tornou-se o protótipo da ativista Cristã e Maria o símbolo da vida contemplativa. Assim Marta foi a única que foi procurar Jesus, quando Lázaro morreu, enquanto Maria ficou em casa .A tradição diz ainda que, para aqueles que diziam que já era tarde e que Lázaro já estava morto, Marta retrucou energicamente "que não tinha a menor importância e que Jesus iria cura-lo". E de fato quando Jesus chegou Lázaro já estava enterrado e seu corpo já apresentava sinais de putrefação, mas Marta não se abalou, e com enorme fé, pediu a Jesus para cura-lo e este foi o maior dos milagres de Jesus. Mais ainda: Ela disse a Jesus que acreditava que o Senhor Pai daria a ele o que pedisse. Em resposta aquela fé inabalável, ela foi a primeira a ouvir de Jesus a sua mais profunda revelação. Quando Marta disse que ela acreditava que seu irmão iria se levantar de novo, Jesus disse a Marta: "Eu sou a ressurreição e a vida, aquele que crê em mim viverá mesmo que ele morra, e todos que vivem e crêem em mim, nunca morrerão." "Voce acredita nisto ?" perguntou Jesus a Marta, e ela respondeu: "Sim meu Senhor, eu acredito que Voce é o Messias e o Filho de Deus." A tradição diz ainda que Marta foi com Maria e Lázaro para a França servindo de missionária em Provence. Em outra versão Lázaro e suas irmãs vão para Chipre onde ele se torna bispo de Kition ou Lanarka. As suas supostas relíquias teriam sido transladadas para Constantinopla e varias igrejas e capelas foram erigidas em sua honra na Síria. A Basílica de São Lázaro, santo padroeiro de Lanarka, construída em 890 DC era um templo cristão do quinto século no qual existia um sarcófago com a com a inscrição: "Lazarus, o amigo de Cristo". Isto reforça a tradição que ele viveu sua "segunda vida ressuscitado" em Kition, Lanarka. A tradição diz ainda que Santa Marta é protetora das falsas preocupações e superstições. Isto no Brasil, significaria proteção contra: mau olhado, inveja, pragas, bruxarias, descarrego e outras superstições para as quais ela oferece um escudo impenetrável. Ela é a padroeira das donas de casa.

Santo Olavo

Também conhecido como Olaf, Olave e Olavo da Noruega. . Nasceu em 995. Muito precoce Olavo, juntou-se a um bando de piratas Vikings. No curso de suas andanças ele lutou pelo Rei Ricardo da Normandia e pelo Rei Ethelred II na Inglaterra contra os Dinamarqueses. Olavo recebeu o batismo em Rouen, França das mãos do arcebispo Robert em 1010. Em 1015 com a idade de 20 ele retornou a Noruega. Ele procedeu a tomada de toda a Noruega da Dinamarca Suécia e derrotou o Earl Esweun na batalha de Nesje em 1016 e tornou-se o governador depois rei da Noruega. Após as suas brilhantes conquistas militares Olavo passou a organizar o cristianismo na Noruega. Trouxe o clero da Inglaterra e dos países vizinhos e um desses estrangeiros era Grimkel, bispo de Nidaros .Seguindo o conselho de Grimkel Olavo publicou muito atos abolindo as leis e antigos costumes pagãos e contrários ao evangelhos e a paixão de Cristo. Infelizmente Olavo usou de força para destruir o paganismo e impor a nova religião ao seu povo. Ele unificou o país mas algumas de suas leis e objetivos não foram bem aceitos pelos nobres e ricos e de fato espalhou certo descontentamento. Ele não tinha misericórdia para com os seus inimigos e logo os nobres se revoltaram e em 1029 ele foi expulso do reino anglo-dinamarquês. Ele fugiu para Rússia mas voltou a Noruega em 1031 com algumas tropas suecas tentando recuperar o seu reino, mas foi morto em batalha em Skiklestad, no Fiorde de Ttromdheim. Em circunstâncias que se assemelham ao Santo Eric da Suécia, Olavo se tornou um herói e santo na Noruega e milagres foram reportados em sua tumba e no vale do Rio Vid onde ele tombou ferido mortalmente. Ali onde ele caiu, inexplicavelmente uma fonte passou a jorrar água e a ela foi logo creditada com poderes de cura milagrosa e vários outros milagres São Olavo foram atribuídos. Ele é o santo e herói nacional da Noruega. No ano seguinte o bispo Grumkel construiu uma capela no local de sua tumba. Ele foi zeloso pela cristandade, embora rude e feroz fez a independência da Noruega e espalhou o evangelho por toda a região com nas cruzadas contra os bárbaros, assim alguns escolares, apesar de sua rudeza julgam ele de certa forma pode ser julgado como um santo, principalmente devido aos vários e inexplicáveis milagres a ele atribuídos. Em 1075 quando o seu corpo foi exumado para ser trasladado para a Catedral de Nidaros, encontram seu corpo incorrupto. A catedral logo se tornou um local de veneração e peregrinação e muitos milagres foram creditados a sua intercessão. O seu culto se espalhou rapidamente por toda a Escandinávia. Na Inglaterra, mais de 40 igrejas tem o seu nome. Em Londres( na Hart Strett tem a igreja de St. Olav), tambem em Exeter,Lincoln e sua festa é encontrada nos calendários ingleses até mesmo em York e Winchester. E os monastérios de Ramsey, Aherbourne e Abbotsbury e Syon observam o seu culto. Em 1856 linda igreja foi construída na Capital de Noruega onde se encontra grande parte de suas relíquias (doadas pelo Museu Real da Dinamarca), e onde ele é muito venerado como o padroeiro da Noruega. Na arte litúrgica São Olavo é mostrado como um rei com uma lança ou com uma adaga, ou com um machado. Na iconografia Inglesa Olavo tem um selo da Abadia de Crimbly e do museu Albert de Londres e os vitraux de Yorkminster. O mais completo exemplo dos 6 medalhões de São Olavo está Galeria de Arte de Baltimore, em Maryland nos Estados Unidos. Ele foi canonizado em 1164 pelo Papa Alexandre III. Sua festa é celebrada no dia 29 de julho.