Santo do Dia

<<  28/06/2018(5ª-FEIRA)  >>

Santo Irineus de Lyons

Irineus nasceu em 130 DC na Ásia Menor. De seus escritos restam cinco livros, sendo o mais importante “Adversus Haereses ”( “Contra os Hereges”) no qual Irineus nos mostra um notável conhecedor das escrituras bem como um equilibrado e penetrante teólogo na encarnação redentora, mas também um pastor completo, dos mais completos, e que melhor serviu a sua Igreja. Discípulo de São Policarpo de Smyrna. Padre em 177. Bispo de Lyons. Trabalhou contra o Gnosticismo, baseando seus argumentos nos trabalhos de São João cujo Evangelho é freqüentemente citado pelo Gnosticos. Considerado o primeiro grande escritor eclesiástico ocidental ele enfatizou a unidade do Velho e Novo testamento e a natureza de Cristo simultaneamente humana e divina. Pai da Igreja. Foi o primeiro a discutir o hoje tão falado “Evangelho de Judas” como sendo obra de mera ficção- já naquela época existiam vários livros de ficção- pois Judas Escariote traiu Jesus por não conseguir entender o mistério da Salvação. A famosa história da esposa de Judas, que o incentivou a roubar a bolsa dos apóstolos, teria também um pouco de mera ficção, pois Judas já era de natureza, um oportunista. Morreu martirizado em 202 em Lyons, França. Sua tumba e relíquias foram destruídas pelos Calvinistas em 1562, mas sua cabeça está preservada na igreja de São João, em Lyons, Franca. Sua festa é celebrada no dia 28 de junho.

Santo Inocêncio

Nasceu em Albano Itália. Amigo em São João Chrisóstomo. Foi eleito o 40º papa, sucedendo a Anastacius I, em 22 de dezembro de 401. Durante o seu pontificado ele enfatizou a supremacia papal dando comendas aos bispos da Africa por referendarem no Concílios de Cartago e de Milevis todos os seus decretos. Em 416 condenou o Pelagismo e recebeu a confirmação dos Bispos da África. Foi esta confirmação que fez com que Agostinho exclamasse uma frase que ecoou pelos séculos: “Rome locuta, causa finita” (Roma falou, o assunto está encerrado”. Opôs ao Priscilianismo. Reinou durante o saque de Roma por Alaryco, o godo em 410.Manteve a supremacia do Bispo de Roma. Revolveu de vez o cisma do arianismo na Antióquia. Reinou a Igreja por 16 anos com austeridade e por isso mereceu grande respeito de seus súditos. Faleceu em 12 de março de 417 em Roma de causas naturais. Sua festa é celebrada no dia 28 de junho.