Santo do Dia

<<  05/04/2018(5ª-FEIRA)  >>

São Vicente Ferrer

Vicente Ferrer nasceu em Valencia em 1350 e se juntou aos dominicanos e após ordenar-se foi enviado para Barcelona para completar os seus estudos. Após ensinar em Lédrida ele retornou a Barcelona onde ganhou a fama de prever com exatidão a chegada de navios de grãos durante uma seca ou em tempo de fome. Durante os anos seguintes ele tronou-se um membro respeitado pelo Cardeal Pedro de Luna, na época o Núncio Apostólico na corte de Agarro, e de 1385 a 1390 Vicente ensinou na Catedral de Valência. Chamado para Avignon, França para tomar a posição de confessor apostólico penitenciário do antipapa Benedito XIII, (embora fosse o Cardeal de Luna que foi eleito para ser o rival do papa em 1394, Vicente recusou a oferta inclusive a de cardinalato. Vicente mais tarde ficou gravemente doente e quase morreu durante o cerco francês de Avignon mas milagrosamente se recuperou após ter tido uma visão de Cristo, São Domingos e São Francisco de Assis. Nesta visão Vicente era orientado para ir adiante e pregar com vigor, mas ele encontrou a resistência do antipapa que relutava a dar a sua permissão para Vicente deixar Avignon Em 1389 Benedito XIII finalmente deu a sua permissão e Vicente lançou uma turnê de pregação por toda a Europa Ocidental. Com eloquência e paixão ele atraia grandes multidões e logo ficou famoso em toda a cristandade. Na Espanha ele foi nomeado um dos 9 juizes para decidir a sucessão da coroa de Aragon. O rei Ferdinando I foi o escolhido. Um dos melhores momentos de Vicente foi terminar com o Grande Cisma que dividi a Igreja desde 1378. Mesmo sendo Benedito XIII o pontífice, Vicente publicamente pediu para que ele renunciasse para o bem da Igreja. Ele também pregou muito para terminar com o Cisma e no Consilho de Constance, em 1418, ele conseguiu termina-lo. Nos últimos anos ele pregava no norte da França inclusive sermões para a corte do Rei Henry V (1300-1413).Ele veio a faleceu em Vannes Britania em 1419 e foi canonizado pelo Papa Callistus III 1455. Mas somente uma bula papal do Papa Pio II em 1458, autorizou sua festa em 6 de Abril. Sua festa tem sido celebrada no dia 5 de abril.