Santo do Dia

<<  15/03/2018(5ª-FEIRA)  >>

Santa Luiza de Marillac

Nasceu em 15 de agosto de 1591. Embora tivesse uma vocação religiosa, em 1611 ela casou-se Antony Le Gras. Ficou viuva em 1625 e era uma estudante espiritual de São Vicente de Paulo. Com São Vicente ela fundou as Filhas de Caridade em 1642, recebendo do Vaticano a aprovação em 1655. Foi a primeira Ordem Religiosa na qual as irmãs podiam sair à rua para trabalhar em hospitais e não eram obrigadas a fazer o voto perpétuo e ainda não eram obrigadas a usar o hábito quando serviam como enfermeiras. Luiza era muito inteligente e diz a tradição que escreveu as regras da Ordem a pedido de São Vicente. Ela disse: Nosso lema é " Nosso convento é o quarto dos adoentados, nossa capela a igreja da paróquia e nosso claustro as ruas da cidade". Mais tarde ela fundou a Ordem das Irmãs de Caridade. Ela foi um guia espiritual para vários grupos femininos e em pouco tempo havia 60 casas da Irmãs de Caridade espalhadas por toda a França. A Sociedade de São Vicente de Paulo, que temos várias confrarias espalhadas por todo o Brasil, é inspiração dela e de São Vicente de Paulo. Sabemos que o fundador da SSVP foi o Beato Frederico Ozanan mas a inspiração veio dela e de São Vicente. Ela dizia ainda:"Sejam diligentes em servir o pobre. Amem o pobre, honrem eles, meus caros filhos, como vocês honrariam a Jesus Cristo". Ela faleceu em 15 março de 1660, em Paris de causas naturais. Foi beatificada em 1920 e canonizada em 1934 pelo Papa Pio XI . É padroeira dos doentes, dos Vicentinos e das viúvas. Sua festa é celebrada em 15 de março

São Longuinhos ou Longinhos

São Longuinhos viveu no primeiro século, contemporâneo de Jesus, e seria o centurião romano que reconheceu Cristo como sendo o filho de Deus na crucificação. Veja Mateus 27:54, Marcos 15:39 e Lucas 23:47. Ele seria o soldado que feriu o lado de Jesus com a sua lança.(Jo :19:34).Provavelmente porque Longinus é derivado do grego longche que significa lança. Diz a tradição que a água que saía do lado ferido de Jesus respingou em seu rosto e ele imediatamente sarou de uma grande problema de visão, e converteu-se, deixou o exército, recebeu instrução dos apóstolos e tornou-se um monge na Caesarea, Capadócia (hoje Turquia) . Diz a tradição que foi preso e torturado para renegar sua fé tendo seus dentes sido arrancados e a língua cortada, mas o juiz encarregado do martírio ficou cego e Longinhos voltou a falar dizendo ele (juiz) só ficaria curado após a sua morte. Foi imediatamente decapitado e logo após o juiz ficou completamente são e se converteu. Sua lança é reverenciada como uma relíquia religiosa. É chamada de Sagrada Lança, pois tocou o corpo de Jesus e está preservada em uma igreja da Antióquia. Atualmente, está a mostra no Museu de Viena, na Áustria. Na Espanha e no Brasil ele é o protetor para encontrar objetos perdidos. Sua festa é celebrada no dia 15 de março.