Santo do Dia

<<  28/02/2018(4ª-FEIRA)  >>

Santa Gianna Molla

Santa Gianna Beretta Molla nasceu em Magenta perto de Milão em 4 de outubro de 1922. Gianna era a décima de 13 filhos e foi educada por pais piedosos que a ensinaram que a vida era um grande presente de Deus para ser abraçado com graça. Conseqüentemente ela tinha uma forte esperança na Providencia Divina e estava confiante no poder das preces. Como adolescente e como adulta ela foi membro da Sociedade São Vicente de Paulo e voluntária para trabalhar com os pobres e os idosos. Ao mesmo tempo ela diligentemente estudou e conseguiu se formar em medicina e cirurgia na Universidade de Pávia em 1949. No ano seguinte ela abriu uma clinica em Mesero perto de sua terra natal. Ela se especializou em pediatria na Universidade de Milão em 1952, e após ela deu especial atenção as mães, as crianças, aos idosos e aos pobres. Giana via a medicina como um meio de servir ao Criador, assim ela aumentou seu generoso serviço para a Ação Católica. Mas em oposição a maioria dos santos Gianna exibia uma verdadeira alegria para viver. Ela amava esquiar e o "trekking" nas montanhas. Alguns pensavam que tão boa cristã iria entrar para um convento, mas após varias reflexões ela viu que sua vocação era para o casamento e cooperando com Deus em "formar uma verdadeira família Cristã". Em 24 de setembro de 1955, ela casou-se com Pietro Molla na Basílica de São Martinho em Magenta, e ela tornou-se uma feliz esposa. Gianna não era uma santa comum. Ela alegremente abraçou o casamento e balanceou as suas obrigações como mulher de carreira, esposa e mãe. Em novembro 1956 ela se tornou mãe de Pierluigi , em dezembro de 1957 de Mariolina, e em julho de 1959 de Laura. Em setembro de 1961, no segundo mês de gravidez ela descobriu que tinha um fibroma no útero. Era necessário uma cirurgia e ela estava, como médica, perfeitamente consciente dos riscos de continuar a sua gravidez mas ela pediu ao cirurgião para salvar o filho que ela carregava e deixou a si própria nas mãos de Deus. Ela passou os sete meses seguintes na alegria de seus afazeres de mãe e médica, mas contudo preocupada que o bebê em seu útero pudesse nascer com problemas e para prevenir isso, orou muito a Deus. Alguns dias antes da criança nascer, embora confiante na Divina Providencia, ela estava decidida a dar sua vida para salvar a da criança. "Se você precisar decidir entre eu ea criança escolha a criança insistiu ela ao seu médico". Assim Gianna Emanuela nasceu na manhã de 21 de abril de 1962. Apesar de todos os esforços para salva-la, Santa Gianna veio a falecer uma semana depois, com horríveis dores. Mas ela sempre dizia : "Jesus, Jesus eu te amo, eu te amo" e veio a falecer exclamando esta frase no dia 28 de abril. Ela tinha apenas 39 anos de idade. Seu funeral foi ocasião de grande tristeza, fé e oração. O seu corpo está no cemitério de Mesero perto de Magenta. Ela foi beatificada em 24 de abril de 1994 e canonizada em 16 de maio de 2004 pelo Papa João Paulo II.

São Romão

Conta a tradição que São Romão tinha a faculdade de sarar os leprosos e que já havia curado vários leprosos. Nasceu no ano de 390 começando sua experiência monástica no povoado francês de Ainay, perto de Lyon.Procurando um contado mais intimo com o Evangelho mudou-se para uma ermida entre as montanhas onde mais tarde fundou um monastério conhecido como o "La Abadia de Saint-Oyend ", onde se tornou o Abade.Passado alguns anos seu irmão São Lupicino seguiu os seus passos.O dois irmãos fundaram dois monastérios em Condat e outro em Leuconne e um convento em La Beaume que era dirigido pela sua irma. Ficou famoso por ter curado dois leprosos em São Maurice, França Veio a falecer em 463 DC e suas relíquias estão em La Beaume. Sua festa é celebrada no dia 28 de fevereiro.