Santo do Dia

<<  19/02/2018(2ª-FEIRA)  >>

Santo Álvaro

Também conhecido como Alvarez de Córdoba. Teria nascido Córdoba, Espanha. Entrou para a Ordem dos Dominicanos em Córdoba em 1368. Notável pregador ele viajava pela Espanha e ficou muito conhecido em Andaluzia e também na Itália. Fez uma peregrinação a Terra Santa e uma cruzada de pregação. Foi confessor pessoal e guia espiritual da Rainha Catarina da Espanha. Foi confiada a ele a educação do Rei Dom João II. Ele se opôs ao Papa de Avignon, Pedro de Luna. Reformou muita das práticas comuns na corte de Espanha e Portugal. Fundou Escalaceli (Scala Coeli) uma casa Dominicana nas montanhas em perto de Córdoba onde exigia estrita observância às regras dominicanas e que ficou conhecido como Centro de aprendizado e piedade. Álvaro passava dias pregando nas ruas, ensinando e colecionando almas para Jesus. Nos jardins da Casa ele fez alguns oratórios com imagens da Terra Santa e da Paixão de Cristo bem similares as hoje nas Estações da Cruz. (Via Sacra). Algumas das maravilhosas histórias sobre São Alvaro incluem: 1 - Anjos são tidos como tendo ajudado a construir Escalaceli movendo pedras e madeiras para o sitio a noite colocando em local fácil para os trabalhadores no dia seguinte. 2 - Na mesa após São Álvaro fazer as preces aparecia alguém a porta com um burrinho lotado de alimentos e mais tarde esta misteriosa pessoa e o animal simplesmente desapareciam. 3 - Após sua morte foram feitas várias tentativas de trasladar suas relíquias para Córdoba, mas em cada tentativa uma violenta tempestade impedia que os monges fizessem seu trabalho, somente diminuindo sua força quando eles desistiam e retornavam com seus ossos para sua Capela onde estão até hoje. 4 - Certa vez São Álvaro encontrou um pedinte na rua e enrolou o pobre homem em sua própria capa, e o carregou para Escalaceli. Quando chegou a Casa e desenrolou o mendigo, em vez de um homem ele encontrou um enorme crucifixo. Este crucifixo ainda está em Escalaceli. 5 - O sino da Capela de São Álvaro simplesmente toca sozinho quase sempre que alguém da casa ou alguém especial da Ordem, venha a falecer, mesmo que não more na Casa. Às vezes toca na véspera. Ele faleceu em 1430 em Escalaceli e foi enterrado na capela da Casa. Seu culto foi confirmado em 22 de setembro de 1741. Sua festa é celebrada no dia 19 de fevereiro.

São Conrado

Conhecido tambem como São Conrado de Piacenza. Nobre e casado com Euphrozina filha de um nobre. Um dia quando caçava corsas ele ordenou aos criados que colocassem fogo na mata para espantar para fora os veados. Um vento muito forte carregou as chamas para a floresta e avançou em direção as cidades e vilas. Conrado fugiu em pânico e um inocente foi preso, torturado e confessou sendo condenado a morte. Com grande remorso e coragem no dia da sentença, Conrado se apresentou ao magistrado e confessou ser sua a culpa do incêndio, salvando assim o pobre homem. Ele foi condenado a pagar todos os danos provocados pelo acontecido. Conrado e sua mulher viram que esse evento na verdade deveria ser um sinal de Deus e eles deram tudo que tinham para os pobres e foram viver separadamente: ela no Monastério das Clarissas Pobres e ele no Monastério dos Franciscanos, mas acabou se tornando um eremita e viveu com tal piedade que a sua reputação de santidade se espalhou e ele, ainda em vida, passou a curar vários doentes, apenas com sua benção e oração. Visitantes perturbavam o seu isolamento e assim ele fugiu para um vale na Sicília onde viveu 36 anos como eremita em total solidão e contemplação. Diz a lenda que quando ele caminhava vários pássaros voavam a sua volta. Ele morreu em 1290 e foi canonizado em 1350. Em 1625 foi indicado como protetor contra hérnias. Sua festa é celebrada no dia 19 de fevereiro.

São Mesrópio

Nasceu na Taron na Armênia em 345 DC e morreu em Valarshapat em 19 de fevereiro de 441. São Mesrópio também conhecido como Mesrop, o grande era o governo oficial da Armênia, e depois se tornou um eremita e um discípulo de São Nerses. Mesrópio foi ordenado e se devotava ao estudo do grego, siríaco e persa porque a Armênia havia sido recentemente partida entre a Pérsia e o Império. Com Isaac, Mesróbio fundou a Igreja Armênia através de seus esforços missionários. Ele é creditado como tendo inventado o alfabeto armênio e traduzindo o Novo Testamento e os Provérbios para versão Armênia e siríaca. A atividade missionária de Mesróbio o levou até a Geórgia onde deixou sua influencia literária e enviou estudantes até Roma a procura de manuscritos. Ele também organizou escolas na Armênia e Geórgia e criou o alfabeto georgiano. Mesróbio e Isaac iniciaram a formação da liturgia armênia que era baseada na igreja mãe da Ceasarea da Cappadócia. Ele também fundou sua escola na Armênia e continuou pregando até sua morte em Valarshapat com a idade de 80 anos. A sua tradução da Bíblia para a língua Armênia teve grande valor para os escolares de sua época. Seu túmulo se tornou local de peregrinação e vários milagres foram creditados a sua intercessão. Sua festa é celebrada no dia 19 de fevereiro.