Santo do Dia

<<  13/01/2018(SÁBADO)  >>

Santa Veronica de Milão

Também conhecida como Verônica de Binasco, nasceu em Binasco (uma pequena vila perto de Milão), Itália em 1445. De uma família de camponeses em uma pequena vila fazia suas tarefas normais no campo. Não teve educação formal e tentou sem sucesso se educar lendo a noite. Ela começou tendo êxtases religiosos e visões da vida de Cristo e a Virgem Maria a ensinou o catecismo. Nossa Senhora explicou na forma de três cartas místicas o significado da pureza de intenções, na segunda o aborrecimento e a reclamação, na terceira a meditação do dia da Paixão . Tornou-se uma agostiniana no Convento de Santa Matha em Milão aos 22 anos e foi instruída por três anos antes de entrar para o convento. Foi indicada para conseguir ajuda e esmolas para ajudar o Convento. Ela era notável pregadora e conseguia almas para Jesus. Ela sofria intensas dores por êxtases durantes anos. Ela teve um visão de Cristo em 1494 quando recebeu uma mensagem para o Papa Alexandre VI. Ela fez a viagem para Roma para entregar a mensagem que o papa recebeu com admiração pela sua notável exatidão e coerência, vindo de uma irmã sem profundos conhecimentos dos Evangelhos. Seguida de um doença de 6 meses ela veio a falecer no dia que ela previu em uma de suas visões. Faleceu em 13 de janeiro de 1497 em Milão de causas naturais. Beatificada pelo Papa Leão X em 1517 (culto confirmado) e em 1672 o Papa Clemente X estendeu sua devoção a toda a Ordem Agostiniana.

Santo Hilário de Poitiers

Ele era um nobre em Poitiers, França onde se tornou um cristão. Ele enveredou-se pela carreira religiosa e logo ficou muito respeitado pela sua santidade e os seus notáveis sermões. Em 350 ele foi indicado Bispo de Poitiers. Hilário recusou-se a atender o Sínodo de Milão, Itália, convocado pelo Imperador Constantius II (350-361) em 355 porque ele condenaria São Athanasius e os outros hereges Arianos. Condenado e banido por isso, ele foi para Phrygia (moderna Turquia). Em 359 DC Hilário argumentou tão brilhantemente contra o Arianismo que o bispo de Seleucia, na Babilônia (perto de Bagdá, moderno Iraque) persuadiu o Imperador a terminar a exílio de Santo Hilário. Hilário voltou a Poitiers no ano seguinte. Em 361 Hilário conseguiu depor o Bispo ariano Saturninus, responsável pelo seu exílio. O Imperador Constantius morreu no ano seguinte, terminando a dominação Ariana. Hilário também discutiu publicamente com Auxentius, um teólogo apologista da teoria Ariana e o derrotou com sua brilhante argumentação e coerência dos seus raciocínios teológicos. São Hilário faleceu em Poitiers em 1 de novembro de 368 e é considerado um dos grandes teólogos de sua era. Seus tratados incluem De Trinitate escrito no exílio e De Sinodis and Opus Historicum . Ele é chamado de Doutor da Divindade de Cristo e foi declarado Doutor da Igreja pelo Papa Pio IX (1846-1878). Sua festa é comemorada no dia 13 de janeiro.