Santo do Dia

<<  09/01/2018(3ª-FEIRA)  >>

Santo Adriano de Canterbury

Nasceu na África. São Adriano tornou-se Abade em Nerida, perto de Nápoles, Itália. Com a morte do Arcebispo de Canterbury, o Papa Vitalian escolheu Adriano para tomar o lugar do Arcebispo por causa de sua grande cultura e piedade. Adriano parecia ser perfeito para substituir o antigo bispo por causa de seus notáveis conhecimentos e ser um líder em uma nação nova na Cristandade. Mas Adriano não aceitou dizendo que não era bom para um cargo de tão grande dignidade. Ele disse que iria encontrar outro mais adequado para o cargo. O primeiro substituto estava muito doente para tornar-se um Arcebispo. De novo o Papa pediu a Adriano que aceitasse o cargo e de novo Adriano implorou que permitisse que encontrasse um substituto mais digno para o cargo. Naquela época um renomado monge de Tarso, chamado Theodoro se encontrava em Roma. Adriano indicou Theodoro para o Papa. Theodoro aceitou tornar-se o Arcebispo de Canterbury, mas somente se Adriano concordasse em ir para a Inglaterra para ajudá-lo. Adriano aceitou. Em 26 de março de 668 Teodoro foi consagrado Arcebispo de Canterbury e dois meses depois os dois velejaram para a Inglaterra. Eles eram uma dupla perfeita. Teodoro nomeou Adriano Abade da Abadia de São Pedro e São Paulo, mais tarde chamada de Abadia de Santo Agostinho, onde ele ensinou grego e latim por 39 anos . Ali as virtudes e os conhecimentos de Adriano eram muito bem empregados. Ele ainda ensinava matemática, poesia, astronomia e as Sagradas Escrituras, nas quais era considerado um mestre. Na mente dos estudantes Adriano “derramou água de conhecimentos dia a dia” de acordo com o Venerável Bede. A escola ficou famosa pelos seus ensinamentos e treinou alguns notáveis como Santo Aldhelm e Santo Oftfor. Bede lembra que São Adriano era um grande conhecedor das escrituras, experiente administrador da Igreja e do Monastério, e um notável especialista em latim e grego. Ele também comenta que alguns estudantes de Adriano falavam fluentemente latim e grego como se fosse sua língua nativa. O abade também ajudava o Arcebispo nos problemas pastorais. Não há duvida que o grande crescimento da Igreja no tempo de Teodoro se deve em muito a Adriano. Adriano era também notável pelos seus milagres que ajudavam os estudantes a compreenderem melhor os ensinamentos de Jesus. Faleceu em Canterbury , Inglaterra em 9 de Janeiro de 710 de causas naturais. Após sua morte, sua tumba se tornou local de peregrinação e vários milagres foram associados a sua tumba na Igreja de Santo Agostinho e creditados a sua intercessão. O seu corpo foi encontrado incorrupto em 1091. Sua festa é celebrada no dia 9 de janeiro.